Notícias

23/04/20

Plano de saúde não é obrigado a cobrir fertilização in vitro.

A Terceira Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu, recentemente, por maioria de votosdos Ministros, que a exclusão da cobertura do procedimento de inseminação artificial do plano-referência pela Lei dos Planos de Saúde se estende também à fertilização in vitro.

Segundo o acórdão do REsp 1794629-SP, apesar de haver distinção conceitual entre os diversos métodos de reprodução assistida, isso não significa que a interpretação do disposto no artigo 10, inciso III, da Lei 9656/98 seja restritiva a ponto de excluir do plano-referência somente a inseminação artificial.

A conclusão da maioria dos julgadores foi de que a inseminação artificial compreende a fertilização in vitro, bem como todas as técnicas médico-científicas de reprodução assistida, sejam elas realizadas dentro ou fora do corpo feminino.

Fonte: STJ

Boletim informativo

Cadastre-se e receba por e-mail avisos, artigos e notícias do escritório Bencke & Sirangelo.
Feed de notícias
RSS
Bencke & Sirangelo Advocacia e Consultoria (OABRS 2.380)
contato@benckesirangelo.com.br - facebook.com/benckesirangelo
PORTO ALEGRE
Avenida Borges de Medeiros, 2233, conj. 1202
Bairro Praia de Belas - CEP 90110-910
Fone/Fax: (51) 3072.3303 - IMPORTANTE: Durante o período de restrição em razão da Covid-19, favor entrar em contato pelo celular (55) 99932.3303.                                                                    

> Mapa de localização
© Copyright 2020 Bencke & Sirangelo Advocacia e Consultoria    |    Desenvolvido por Desize